Com a saída de Yago e a possibilidade da transferência de Igor Rabello, a tendência é que o jovem Helerson passe a ter oportunidades com Zé Ricardo já no início de 2019. Cria do Botafogo, o zagueiro conversou com o LANCE! e contou mais sobre aguardada oportunidade pelo clube que o revelou.

– É a oportunidade que eu esperava. Todo jogador que vem da base espera jogar. Comigo não é diferente. Preciso lutar pelo meu espaço logo – disse.

Antes de chegar às categorias de base do Alvinegro, Helerson teve passagens por Olaria e Criciúma. O canhoto e longilíneo defensor de 1,90 m de altura já afirmou que não teria preferência em relação a que lado da zaga atuar. Para ele, que rasgou elogios a Zé Ricardo, o importante é estar em ação.

– Zé Ricardo é um grande treinador. Taticamente um dos melhores com quem trabalhei, pois ele sabe tirar o melhor de cada um e transportar para o campo. Com ele, estou buscando o meu lugar, desde quando subi para o profissional. Esse é o objetivo. Jogarei onde o treinador quiser colocar.

Aos 21 anos e tido por Zé como “muito confiável”, Helerson entrará para o seu terceiro ano integrando os profissionais do Glorioso. Em 2017, um ano após a sua chegada ao clube, chegou a disputar o Brasileiro de Aspirantes para ganhar rodagem – foi bem e até marcou um gol.

Da base tem saído boas joias e ativos que podem dar um alívio aos cofres do Botafogo – como Matheus Fernandes, negociado com o Palmeiras, e Rabello, perto de um acordo com o Atlético-MG.  Helerson também respondeu sobre:

– Nos últimos anos, a base do Botafogo tem ganhado títulos (chegou a ser campeão do Brasileirão de 2016) e revelado muita gente boa. Sempre é uma saída para o clube apostar na base. Ainda mais numa base campeã como a nossa – salientou o defensor.

AS INSPIRAÇÕES

Helerson vai poder cobrar um churrasco do amigo Marcelo Benevenuto. Quando perguntado sobre as suas referências na posição, o garoto apontou Marcelo, um ano mais velho, como um zagueiro que o inspira no futebol brasileiro. Já no exterior, Miranda (Inter de Milão) e Thiago Silva (Paris Saint-Germain) foram os apontados.

– Miranda é um grande zagueiro. Tem também o Thiago Silva, que eu gosto muito. Aqui no Brasil, sou fã do Marcelo, um dos melhores com quem joguei.

Fonte: Terra