Villani se anima com fase do Botafogo: ‘Processo empolga torcedor e a gente’; Lédio: ‘Botafoguense ganhou o direito de sonhar’

30 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Torcida do Botafogo em jogo com o Ceilândia pela Copa do Brasil
Reprodução/SporTV

Narrador de Botafogo 3 x 0 Ceilândia, nesta quinta-feira, pela Copa do Brasil, Gustavo Villani exaltou o clube diversas vezes na transmissão do “SporTV/Premiere“. Ao fim da partida, voltou a destacar a fase do Glorioso, no programa “Troca de Passes”.

Só queria fazer um registro de quem está vendo a história sendo construída, algo acontecendo, o Botafogo se montando, em diferentes departamentos. Não só pelas 11 contratações. Na logística, no marketing, essa semana Luís Castro teve a novidade de não concentrar. Estávamos acostumados à falta de concentração em troca de não pagar salários em dia, ir direto para o jogo. A coisa está ficando profissional. Existe troca da arquibancada com time, falta muito, o time não está pronto, tem reforços, não tem por que ter euforia pelo resultado, mas o processo empolga o torcedor e a gente. O Botafogo é tão gigante há muito tempo, muita coisa está sendo resgatada nesse movimento todo – elogiou Villani.

Lédio Carmona, comentarista do programa, foi na mesma linha.

O ambiente é muito leve, positivo. O torcedor está muito feliz. Desde que chegamos ao estádio, vimos o torcedor exalando otimismo, alegria, bom humor. Isso foi visto no jogo, que valia pouco, porque já estava classificado. Noite de celebração e até de bom humor com a entrada do Niko Hämäläinen. O torcedor ia à loucura a cada toque dele, time leve, tem dinheiro, jogadores chegando. Está muito bom ser torcedor do Botafogo, está feliz. O torcedor ganhou um time competitivo e o direito de sonhar – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e SporTV

Notícias relacionadas