Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Quarentena Alvinegra: Botafogo massacrou o Atlético-MG em 2008

0 comentários

Blog do Mansell

Blog do Mansell

Compartilhe

Jorge Henrique em Atlético-MG x Botafogo | Copa Sul-Americana 2008
Reprodução/SporTV

A Quarentena Alvinegra de hoje volta ao ano de 2008. O Botafogo vinha aos poucos se afastando da Era Cuca. O técnico era Ney Franco. E no dia 27 de agosto o Alvinegro foi ao Mineirão, em Belo Horizonte (MG), medir forças com o Atlético-MG pela rodada de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. Na ida os botafoguenses ganharam por 3 a 1 e poderiam perder por um gol de diferença. Entretanto, a parada não estava resolvida.

O Botafogo do goleiro uruguaio Castillo, tinha nomes como o volante Túlio, os meias Lucio Flavio e Carlos Alberto e o atacante Jorge Henrique. Ou seja, um setor criativo muito habilidoso e que tinha facilidade de chegar à meta rival. Mas naquela noite estava em especial inspirado.

Já o Atlético-MG possuía um elenco bem limitado. Alguns nomes não atravessavam um bom momento e o técnico Marcelo Oliveira sabia que não daria para ir muito longe na temporada. Além disso, contra o Botafogo a freguesia era grande. O time já tinha sido eliminado duas vezes seguidas pelo Glorioso na Copa do Brasil (2007 e 2008). Mas os mineiros estavam esperançosos.

A vitória do Botafogo no primeiro jogo aumento a pressão e o Atlético-MG. Justamente por isso o Galo partiu para cima, pressionando. Porém, o Botafogo tinha mais qualidade e abriu o placar com um golaço de Lucio Flavio. O próprio apoiador tratou de fazer o segundo e praticamente resolver a parada antes do intervalo.

 

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo

Botafogo ainda perdeu um pênalti

Se o Galo tinha alguma esperança de reagir ela foi para o espaço no primeiro minuto do segundo tempo, quando Jorge Henrique ampliou. Lenílson descontou para o Galo, mas ainda comemorava quando Carlos Alberto transformou a vitória em goleada. Lenílson ainda ainda fez mais um. Entretanto, a goleada foi fechada com um gol contra de Leandro Almeida.

O placar poderia ser mais dilatado, porém, Gil perdeu um pênalti. Além disso, o Botafogo desperdiçou outras oportunidades. Mas o domínio dos cariocas foi nítido e a goleada mais do que merecida.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 2 X 5 BOTAFOGO

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 27 de Agosto de 2008 (Quarta-feira)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (FIFA-PR)
Renda: R$ 43.875,00
Público: 5.081 pagantes
Cartões amarelos: Leandro Almeida, Vinícius, Serginho Mineiro e Jael (Atlético)
Cartões vermelhos: Serginho Mineiro (Atlético)
Gols:
ATLÉTICO: Lenílson aos 17 e aos 35 minutos do 2º Tempo
BOTAFOGO: Lúcio Flávio aos 21 e aos 26 do 1º tempo e Jorge Henrique a 1, Carlos Alberto aos 21 e Leandro Almeida (contra) aos 38 minutos do 2º Tempo

ATLÉTICO-MG: Edson, Mariano, Leandro Almeida, Vinícius e Luis Gustavo (Renan); Márcio Araújo, Denílson (Gedeon), Serginho Mineiro, Lenílson e Pedro Paulo (Raphael Aguiar); Jael. Técnico: Marcelo Oliveira

BOTAFOGO:
Castillo, Thiaguinho (Adriano Felício), Renato Silva (Ferrero), André Luís e Triguinho; Túlio, Diguinho (Zé Carlos), Lúcio Flávio e Carlos Alberto; Gil e Jorge Henrique. Técnico: Ney Franco

Comentários