Argumentos fracos… Frase de Castro sobre Erison no Botafogo preocupa

102 comentários

Blog do Mansell

Blog do Mansell

Compartilhe

Argumentos fracos… Frase de Castro sobre Erison no Botafogo preocupa
Vitor Silva/Botafogo

Luís Castro me surpreendeu na entrevista coletiva após a derrota de 1 a 0 para o Flamengo. Mais um resultado ruim do Glorioso no Campeonato Brasileiro. Esperava que ele fosse dar uma resposta leve, sair pelo cantinho para não criticar a diretoria. Entretanto ele deu a impressão que concordou com a decisão dos dirigentes. Mas os argumentos fracos do português me preocuparam demais. E ele não costuma dar uma dessas por ser bastante sensato em suas respostas.

MAIS! Sassá, Jobson… relembre quem perdeu a chance no Botafogo

Não sei se tentando dividir com a imprensa a responsabilidade pela saída do jogador, Castro falou em “honestidade intelectual”. Tudo porque os jornalistas, assim como a torcida, cobravam um camisa 9. Nada de anormal nisso, já que com a chegada dos investimentos era preciso ter um elenco. Trazer um grande camisa 9 não significava negociar Erison.

MAIS! Reforços internos podem ajudar Botafogo

Castro cita que o clube contratou Junior Santos e Tiquinho Soares. Além disso tem Matheus Nascimento. Assim não teria espaço para Erison. Fico feliz de saber que Castro está convicto que Tiquinho Soares vai resolver o problema. Mas infelizmente ele sequer estreou, está se recuperando de lesão e ninguém sabe quanto tempo vai precisar para se adaptar ao time e ao futebol brasileiro.

Junior Santos não foi referência no clássico

Erison tem bons números no Botafogo Foto: Vitor Silva/Botafogo

Sobre Junior Santos, o que vimos contra o Flamengo foi um jogador que esteve longe de ser uma referência na área. Quando Jeffinho exigiu a defesa de Santos em um dos primeiros chutes do jogo, o rebote foi todo flamenguista, sem que os zagueiros fossem incomodados. Com Erison ou até Matheus Nascimento, que é um garoto, teria existido alguma pressão nos flamenguistas. Pois ambos são realmente camisas 9.

MAIS! Botafogo segue roteiro para colher bons frutos no futebol

Junior Santos não foi uma referência em nenhum momento do clássico. Parece gostar muito de sair da área. Algo complicado quando se tem um treinador que gosta de jogar com dois pontas bem abertos. Ter uma referência é fundamental.

MAIS! Lucas Perri pode se tornar a grande sombra de Gatito

Erison tem números positivos no Botafogo. Além disso poderia render muito mais com a chegada dos reforços de qualidade que estão começando a jogar agora. Assim nada justifica a saída dele neste momento. A minutagem que Castro fala que ele terá no Estoril, hoje poderia ter no Botafogo, disputando posição com Tiquinho Soares. Mas se o treinador concordou com a saída dele é porque provavelmente vê coisa melhor no elenco. Que ele esteja certo.

Notícias relacionadas