Botafogo e o perfil do reforço para o ataque em 2023

57 comentários

Blog do Mansell

Blog do Mansell

Compartilhe

Botafogo e o perfil do reforço para o ataque em 2023
Arquivo pessoal

O interesse do Botafogo por alguns nomes para seu ataque deixa evidente o pensamento do Glorioso para o setor em 2023. Ao contrário do que muitos dizem, não se trata de uma contratação apenas para compor a posição. Será alguém, se o mercado permitir, em condições de disputar a posição de titular. Mas não esperem o chamado reforço para “fechar aeroporto”.

O Botafogo vem mirando jogadores que estão no exterior e que podem nutrir o desejo de retornar para o futebol sul-americano. Não necessariamente nomes que estejam na Europa. O trabalho neste momento é o de fazer filtro com a ajuda dos observadores. Isso porque o Glorioso se tornou um dos destinos mais procurados quando se fala em futebol brasileiro. Situação que acontece desde que a SAF assumiu o comando do futebol e passou a transmitir tranquilidade e credibilidade.

Apesar disso a possibilidade de Facundo Pellistri ser contratado é mínima. O jogador tem mercado na Europa. Além disso deseja permanecer no Velho Continente. Desde que possa ter mais minutos em campo. O foco é mesmo jogadores que desejem retornar. E não há uma lista fechada e nem apostas finais da janela.

MAIS! Carlos Alberto e Jeffinho podem tornar ataque do Botafogo insuportável

MAIS! Ameaças e ironias? Ferj e sua cegueira não entendem mudança do Botafogo

MAIS! Vontade de González pode facilitar acordo com o Botafogo

Não há pressa em anunciar nomes. Como está cada vez mais evidente, o planejamento não prioriza o Campeonato Carioca. Assim existe tranquilidade nos passos, mas sem desprezar oportunidades. Luís Castro quer mais jogadores. Mas deixa claro que o seu desejo passa justamente pelo número de competições. Como me passou uma fonte ligada ao clube, o português “será atendido com equilíbrio. O elenco está sendo montado para o ano todo e não para o começo do primeiro semestre”.

Notícias relacionadas