Rizek elogia Botafogo por pedir desculpas a auxiliar após ofensas machistas: ‘Que esse exemplo se espalhe pelo Brasil’

98 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

André Rizek, apresentador do Seleção SporTV
Reprodução/SporTV

O apresentador André Rizek, do SporTV, elogiou a atitude da diretoria do Botafogo de oferecer desculpas formais à auxiliar Katiuscia Mendonça após ofensas machistas de parte da torcida durante o jogo contra o Brusque nesta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos.

Katiuscia foi alvo de gritos de “piranha” após anular dois gols do Botafogo – um de maneira acertada e outro de forma equivocada, sendo corrigida pelo VAR. Houve ainda outro gol alvinegro anulado por impedimento, não assinalado em campo, mas sim pelo árbitro de vídeo.

O futebol tem o xingamento como cultura, mas quando é em massa, com um monte de homem xingando uma mulher, é um negócio superfeio e deselegante, agressivo. Aconteceu com a Katiuscia, xingamentos sexistas e machistas. Em vez de deixar o assunto passar, o Botafogo foi lá com o presidente Durcesio Mello e formalizou um pedido de desculpas da instituição. Que esse exemplo se espalhe pelo Brasil, foi muito importante – destacou Rizek, durante o “Seleção SporTV”.

– Quem frequenta estádio, sabe o peso que tem um monte de homem, que se transforma em ogro no estádio, xingando uma mulher que estava trabalhando e que acertou. Ainda que estivesse errado, mas ela acertou – completou Rizek, reprovando o comportamento dos torcedores que ofenderam a bandeirinha.

O árbitro do jogo, Dyorgines José Padovani de Andrade, relatou na súmula as ofensas machistas da torcida do Botafogo na súmula do jogo, mas também informou o pedido formal de desculpas do clube por meio de uma carta entregue ainda no campo pelo presidente Durcesio Mello, o que deve ajudar a evitar uma possível punição nos tribunais.

Fonte: Redação FogãoNET e SporTV

Notícias relacionadas