Poder de fogo vai ditar ritmo do Botafogo na janela

76 comentários

Blog do Mansell

Blog do Mansell

Compartilhe

Treino do Botafogo no Espaço Lonier em maio de 2022
Vítor Silva/Botafogo

O Botafogo não tem número mágico de reforços para a próxima janela. Mas a capacidade de dar poder de fogo ao time é o que vai ditar o ritmo do Glorioso no mercado. Não é difícil perceber que com um time um pouco mais agressivo no ataque o Alvinegro pode deslanchar no Campeonato Brasileiro. Mesmo com a falta de criatividade e com todos os problemas existentes, o Alvinegro é o segundo melhor ataque do torneio.

O Botafogo fez 11 gols no Brasileirão. Apenas Palmeiras e São Paulo, ambos com 12 gols, balançaram as redes mais vezes que o Alvinegro. O Botafogo tem o mesmo número de gols do ofensivo Atlético-MG e do líder Corinthians. Números que não servem para mostrar forçar ofensiva. Mas que dão a certeza de que um clarão de oportunidades pode se abrir no Brasileirão com a chegada de nomes de qualidade para o meio e para o ataque.

Luís Castro parece convicto que encontrou seu setor defensivo ideal. Gatito Fernández, Saravia, Kanu, Victor Cuesta e Daniel Borges são figurinhas repetidas na escalação do treinador. Desses, talvez Daniel Borges venha a ser ameaçado com a chegada de um jogador mais forte para o setor, como Marçal. Além disso a zaga conta com boas opções de reposição.

Volantes podem crescer com ataque mais eficiente

Patrick de Paula não pode ser responsável pela criação Foto: Vitor Silva/Botafogo

Outra certeza de quem vê os jogos do time é que os volantes vão melhorar consideravelmente se puderem se preocupar apenas com suas funções, sem terem que brincar de meias de ligação. Patrick de Paula por exemplo pode entregar muito mais se a responsabilidade de criação ficar nas suas costas. Luís Oyama também pode evoluir muito se tiver para quem entregar as bolas após desarmes.

O Botafogo sabe que precisa priorizar meias e atacantes na próxima janela e seus dirigentes estão atentos a essa necessidade. O sucesso nessas buscas vai ditar o futuro do time no Campeonato Brasileiro.

Notícias relacionadas