Daniel Borges foi o único titular contra o Santos que participou da estreia do Botafogo

16 comentários

Blog do Mansell

Blog do Mansell

Compartilhe

Daniel Borges foi o único titular contra o Santos que participou da estreia do Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo que derrotou com autoridade o Santos por 3 a 0 na noite de quinta-feira não contou em sua formação titular com nenhum jogador que iniciou a partida contra o Corinthians, derrota por 3 a 1. Apenas Daniel Borges, foi o titular contra o Peixe, participou do duelo com o Timão, mas entrando no segundo tempo.

MAIS! Tchê Tchê tem sondagens, mas Botafogo está tranquilo

Na estreia no Brasileirão o Botafogo formou com: Gatito Fernández, Saravia (Daniel Borges), Philipe Sampaio, Kanu e Jonathan Silva (Hugo); Patrick de Paula, Luís Oyama (Del Piage), Lucas Piazon (Diego Gonçalves) e Chay; Victor Sá e Erison (Matheus Nascimento). Assim já dá para sentir a mudança. Além disso ela foi para melhor.

MAIS! Patrick de Paula vai tomar sua decisão mais importante

Gatito, se não tivesse se lesionado, teria sido o único titular nos dois jogos. Mas não enfrentou o Peixe por questões médicas. Ainda em relação aquele time, o lateral-esquerdo Jonathan Silva, o pior em campo naquela ocasião, Luís Oyama e Erison não estão mais no Alvinegro. Além disso Chay retornou de empréstimo junto ao Cruzeiro.

Botafogo mudou de nível

Botafogo venceu Santos com autoridade. Mas algumas coisas explicam isso – Foto: Vitor Silva/Botafogo

Contra o Santos, o Botafogo formou com: Lucas Perri; Daniel Borges (Rafael 34’/2ºT), Adryelson, Victor Cuesta (Carli 40’/2ºT) e Hugo (Saravia 23’/2ºT); Tchê Tchê, Gabriel Pires (Jacob Montes 40’/2ºT) e Lucas Fernandes (Patrick de Paula 34’/2ºT); Júnior Santos, Tiquinho Soares e Jeffinho.

Vale destacar que Hugo também entrou no segundo tempo contra o Corinthians. Mas só foi titular contra o Santos por conta da ausência de Marçal.

MAIS! Botafogo conseguiu se reinventar no Brasileiro

Se pegarmos o time que superou o Peixe, podemos dizer que Víctor Cuesta, Adryelson, Lucas Fernandes, Jeffinho e Tiquinho Soares mudaram o patamar alvinegro. Isso apenas para destacar os principais do time. Além disso vale lembrar que Marçal, suspenso contra o Peixe, entraria nesta relação.

MAIS! Botafogo liga sinal de alerta de outros clubes por excursão

A diferença entre as duas escalações mostra como o Botafogo superou dificuldades ao longo deste Brasileirão, mas conseguiu encontrar seu rumo e na pior das hipóteses jogará a Sul-Americana. Assim a evolução é inegável.

Notícias relacionadas