A contratação de Alex Santana foi uma das melhores feitas pelo Botafogo nos últimos meses. Ele tem mostrado a sua importância para o atual time do Botafogo nas partidas mais recentes do Campeonato Brasileiro. Foram dele os gols contra Fortaleza e Fluminense que garantiram seis pontos importantes e colocaram o Glorioso no G-6, a zona de classificação para a Copa Libertadores. A análise em relação ao aspecto positivo de sua contratação, porém, vai muito além disso.

Alex Santana não joga sozinho, naturalmente, mas não pode jamais ser reserva neste time botafoguense. O jogador é um volante moderno, que sabe chegar ao ataque para concluir jogadas. Tem velocidade, capacidade de desarme e quando consegue tirar a bola do oponente sabe o que fazer com a bola. Além disso, não tem medo de chutar de fora da área. Uma forma de encarar a partida muito comum nos melhores jogadores de sua posição, hoje na Europa. Logicamente, guardada as devidas proporções.

Volantes que sabem o que fazer com a bola representam um diferencial

Em um cenário no futebol brasileiro onde cada vez é mais complicado achar meias de qualidade, ter volantes em condições de fazer o jogo fluir é muito importante. Eduardo Barroca sabe muito bem disso.

Pelo que tem mostrado, Barroca vai escolher 3 jogadores de uma lista de quatro – João Paulo, Alex Santana, Cícero e Gustavo Bochecha – para montar seu meio-de-campo. Nenhum deles pode ser considerado um legítimo 10. João Paulo é o que mais se assemelharia ao que até pouco tempo era chamado de quarto homem, mas está longe de atender esta expectativa específica. Porém, o que dá tranquilidade ao treinador é que os quatro, pelo menos, podem fazer o jogo fluir.

Na lista com esses quatro, Alex Santana é o que tem mais condições de imprimir velocidade ao setor. Hoje, jogando com 3 no meio, optaria por Alex Santana, Cícero e João Paulo. E você, amigo torcedor?

LEIA TAMBÉM:

Leo Valencia seria uma boa moeda de troca no Botafogo
Joel Carli já tem status de ídolo no Botafogo
Botafogo só terá centroavante em caso de troca
Gustavo Bochecha tem em 2019 seu ano decisivo
Negociação do Botafogo com a FAM ainda não envolve o Palmeiras
Thiago Galhardo, do Vasco, e uruguaio Navarro são oferecidos ao Botafogo
Botafogo pode corrigir erro com a saída de Kieza
Mufarrej precisa escutar CEP e Jefferson
Mufarrej precisa escutar CEP e Jefferson. Botafogo agradece!
Botafogo não vai resistir se Mufarrej não mudar
Botafogo que se cuide: Mufarrej é o Rolim sem grife