Desde a saída de Kieza que o Botafogo pensa na contratação de um centroavante. O próprio Eduardo Barroca cobrou a diretoria sobre o tema e ainda fez um alerta: Não adianta trazer qualquer um. O raciocínio do treinador faz sentido. Com Igor Cássio da base como alternativa, trazer um reforço por trazer não justificaria o investimento. Mas a realidade financeira é complicada e hoje um nome para o ataque só chegará em caso de troca.

Depois da saída de Kieza os telefones dos dirigentes alvinegros não pararam de tocar com a oferta de atletas disponíveis no mercado. Santiago Tréllez, emprestado pelo São Paulo ao Internacional, é um deles. O nome inclusive agrada bastante. Mas não há dinheiro em caixa para qualquer tipo de investimento. O elenco não recebe desde fevereiro e as perspectivas de receita são poucas. Outros menos cotados como o uruguaio Navarro, que defendeu o próprio Glorioso na Série B do Campeonato Brasileiro de 2015, foram descartados.

Elenco do Botafogo carece de um 9

O Yahoo Esportes publicou nesta quinta uma possível troca entre Marcinho e William Pottker, hoje reserva no Internacional. O centroavante já esteve no radar botafoguense antes e se não for para colocar dinheiro, e quem sabe até receber, é algo viável para a diretoria. Sem ser dessa forma, ninguém será contratado.

Além de Diego Souza e Igor Cássio, Eduardo Barroca ainda conta com Erik, pois entende que o jogador pode jogar como um falso 9 na ausência do centroavante. Porém, neste caso, perde uma boa opção pelos lados do campo. O mercado ainda é necessário. E isso está claro.

LEIA TAMBÉM:

Gustavo Bochecha tem em 2019 seu ano decisivo
Negociação do Botafogo com a FAM ainda não envolve o Palmeiras
Thiago Galhardo, do Vasco, e uruguaio Navarro são oferecidos ao Botafogo
Botafogo pode corrigir erro com a saída de Kieza
Mufarrej precisa escutar CEP e Jefferson
Mufarrej precisa escutar CEP e Jefferson. Botafogo agradece!
Botafogo não vai resistir se Mufarrej não mudar
Botafogo que se cuide: Mufarrej é o Rolim sem grife
Mercado da bola me faz lembrar tempos de Emil no Botafogo
Moreira Salles no Botafogo: clube já viveu épocas douradas
Irmãos Moreira Salles em General: Esse é o Botafogo que eu conheço
Botafogo precisa de um nome de peso para o ataque