Escrevi neste espaço ontem que a diretoria do Botafogo precisava se movimentar na busca por reforços. Que não dava para esperar a chegada dos irmãos Moreira Salles e de outros investidores para 2020 sem antes passar com tranquilidade pelo Campeonato Brasileiro deste ano. Apesar da ainda confortável vantagem para a zona da degola, que hoje é de nove pontos, não dá para esperar a água bater nas narinas para começar a nadar.

LEIA TAMBÉM:

E o Vinícius Tanque virou esperança no Botafogo. Parei!
Barroca e seu ‘maravilhoso mundo do Botafogo’ só atrapalham
Cruzamento de Gilson é o reflexo do que foi o Botafogo contra a Chapecoense

Segundo informações de alguns veículos do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul, o Botafogo tenta convencer o Internacional a liberar, por empréstimo, os atacantes Willian Pottker e Neílton. Com certeza seriam reforços interessantes e poderiam melhorar o rendimento do time. Os dois podem formar uma bela dupla de ataque, deixando Diego Souza mais livre na criação de jogadas.

Presidente do Botafogo precisa ser mais ousado

A diretoria do Botafogo não confirma as negociações, porém, parece estar claro que o clube aguarda o término da Copa do Brasil para tentar convencer o Inter a liberar os atletas. O torneio, porém, acaba somente no dia 18 de setembro, sendo que o prazo de inscrições para o Brasileirão chega ao fim em 27 de setembro. O Inter venceu o Cruzeiro fora de casa no primeiro jogo da semifinal e com isso aumentou as suas chances de ser finalista. O temor é que se repita o que aconteceu com Nicolás Blandi, que acertou apenas nos minutos finais do término da janela de transferências e acabou tendo a sua contratação “melada”.

Insisto na tecla que outros clubes, sem a perspectiva financeira que o Botafogo tem para 2020, conseguiram contratar nesta janela. Falta ousadia para a atual gestão, que tem um presidente cada vez mais apático. Ficar esperando Pokter e Neilton e ver eles se transformarem em um novo caso Nicolás Blandi é algo que a torcida não merece. Acorda, Mufarej!

LEIA TAMBÉM:

Gatito Fernández: repercussão do caso Jonathan e chegada dos Moreira Salles inibem Botafogo
Venda de Jonathan é reflexo da péssima gestão de Nelson Mufarrej
Preocupação de ilustres é manter Botafogo longe do risco de rebaixamento
Botafogo se junta a influenciadores digitais para fortalecer sócio-torcedor
Botafogo: falta de negociações na janela gera desespero
No Botafogo de Mufarrej até o certo é feito de forma errada
Mendonça deveria servir de exemplo para Mufarrej
Moreira Salles no Botafogo: clube já viveu épocas douradas