Uma semifinal eletrizante marcou a Taça Rio de 2010. O Botafogo, que já tinha ganho a Taça Guanabara, queria ir para a final do segundo turno e tentar levar o caneco de forma direta. Entretanto não seria fácil. O Fluminense tentava impedir. O Quarentena Alvinegra de hoje lembra como foi o desenrolar daquela partida, que teve duas viradas e foi muito emocionante. O Glorioso acabou conquistando o triunfo por 3 a 2, com gols de Loco Abreu, Fahel e Caio. Fred descontou para os tricolores.

Máscaras do FogãoNET para torcedores do FogãoNET durante a quarentena da pandemia do novo coronavírus (COVID-19)

O Fluminense tinha um time muito forte. A base que conquistaria o Campeonato Brasileiro seis meses depois. Conca comandava a criação de jogadas. Fred era o responsável por concluir. Além disso, tinha num valorizado Cuca. Entretanto, o Botafogo tinha Joel Santana.

O Botafogo apostava na força de sua dupla de ataque, composta por Herrera e Loco Abreu. Entretanto, o meio-de-campo estava longe de ser habilidoso, tanto que a criação de jogada estava a cargo de Túlio Souza. Mas Antônio Carlos e Fábio Ferreira formavam uma dupla de zaga sólida, dando mais segurança ao time. Além disso, a defesa  já tinha no goleiro Jefferson uma fortaleza.

O Botafogo abriu o placar logo aos quatro minutos, com uma cabeçada de Loco Abreu, esbanjando oportunismo. Porém, o Fluminense não se intimidou e virou ainda no primeiro tempo, com dois gols de Fred. Mas ainda tinha muito para acontecer.

Vitória do Botafogo foi construída no segundo tempo

A volta para o segundo tempo apresentou um Botafogo muito determinado. Aquele time estava longe de ser brilhante. Mas lutava até o último minuto. Entretanto, era preciso colocar a bola para dentro. O espírito guerreiro foi premiado aos 15 minutos com o gol de Fahel, após confusão na área tricolor. A virada veio aos 25 minutos. Caio chutou de fora da área, aproveitando rebote, e venceu o goleiro.

O Botafogo foi para a final da Taça Rio e o final dessa história todos conhecem. Com direito a uma cavadinha de Loco Abreu o Botafogo foi campeão. Não era o time mais forte do torneio. Mas ninguém lutou mais que o Botafogo naquela competição. Portanto, o título foi merecido e deve ser comemorado.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 3 X 2 FLUMINENSE

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 10 de abril de 2010 (Sábado)
Árbitro: Péricles Bassols Cortez (RJ)
Renda: R$ 530.020,00
Público: 16.029 pagantes
Cartões amarelos: Leandro Guerreiro, Antônio Carlos, Tulio Souza e Herrera (Botafogo) e Leandro Euzébio, Gun e Alan (Fluminense)
Cartão vermelho: Cássio (Fluminense)
Gols:
BOTAFOGO: Loco Abreu aos 4 minutos do 1º Tempo e Fahel aos 15 e aos Caio aos 25 minutos do 2º Tempo
FLUMINENSE: Fred aos 27 e aos 30 minutos do 1º Tempo

BOTAFOGO: Jefferson, Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Somália (Marcelo Cordeiro); Leandro Guerreiro, Fahel, Sandro Silva (Edno) e Túlio Souza (Caio); Herrera e Loco Abreu. Técnico: Joel Santana

FLUMINENSE: Rafael, Leandro Euzébio (Wellington Silva), Gum e Cássio; Mariano, Diguinho, Everton, Conca e Julio Cesar (Marquinho); Alan (André Lima) e Fred. Técnico: Cuca

Fonte: Redação FogãoNET