O Botafogo jogou ao melhor estilo Barroca. E dessa vez a estratégia deu certo. A goleada de 4 a 0 sobre o Sol de América não determina que será só alegria a partir de agora. Mas apresenta uma evolução e principalmente transmite uma segurança maior a alguns jogadores que não vinham rendendo bem.

Se vinha mantendo um estilo de troca de passes, o Botafogo não negou a fórmula contra o Sol de América. Mas enfim conseguiu ser efetivo no ataque, avançando em massa e encontrando os espaços na defesa adversária. Dessa vez a boa intenção do treinador foi premiada pelo entendimento do plantel.

Claro que a defesa do Sol de América ajuda a qualquer ataque rival. Que o diga Diego Souza, que enfim conseguiu acabar com o seu jejum de gols. Mas é justamente o despertar em alguns jogadores que pode ser o mais importante deste placar impactante. Quem sabe o próprio Diego não volta a ser mais regular na arte de ser artilheiro, função na qual nunca o vi como o mais indicado.

Luiz Fernando pode retomar crescimento

Além de Diego Souza, seria importante que Luiz Fernando voltasse a apresentar o bom futebol exibido no ano passado. Ele interrompeu um crescimento e isso não era esperado. Gustavo Bochecha, em seu ano considerado chave, também precisa apresentar mais. Que a noite desta quarta-feira o tenha inspirado.

O Botafogo agora tem um desafio maior nas oitavas de final, o Atlético-MG. No histórico da competição o Alvinegro carioca leva grande vantagem sobre o Galo. Mas não é o momento de os jogadores pensarem nisso. Chegou a hora de voltar a manter o foco no Campeonato Brasileiro pois é preciso somar mais pontos antes da paralisação da competição para a disputa da Copa América do Brasil. Ao futuro!

LEIA TAMBÉM:

CBF não pode escalar árbitro da polêmica em jogos do Botafogo
Felipão elogia Botafogo, mas vê o problema que todos percebem
Botafogo encaminha vaga. Poderia ter matado a disputa
Barroca tem boas intenções. Problema está na qualidade do elenco
Alex Santana é muito importante para o atual time do Botafogo
Leo Valencia seria uma boa moeda de troca no Botafogo
Joel Carli já tem status de ídolo no Botafogo
Botafogo só terá centroavante em caso de troca
Gustavo Bochecha tem em 2019 seu ano decisivo
Thiago Galhardo, do Vasco, e uruguaio Navarro são oferecidos ao Botafogo
Botafogo pode corrigir erro com a saída de Kieza
Botafogo que se cuide: Mufarrej é o Rolim sem grife