O Botafogo encaminhou a classificação para as oitavas de final da Copa Sul-Americana com a vitória de 1 a 0 sobre o Sol de América, no Paraguai. O resultado dá a vantagem do empate em casa, na próxima semana. Pelo que mostrou o time paraguaio, se o Alvinegro não conseguir o que precisa é por que não merecerá mesmo a vaga. O jogo valeu pelo triunfo e por sua importância, mas o Alvinegro poderia ter matado o jogo.

Diante de um rival que ficou com um a menos desde os 31 minutos do primeiro tempo, o Botafogo, pelo que se espera de sua grandeza, era para ter sido mais eficiente, transformando a superioridade numérica em gols. Não foi possível.

Erik foi o ponto positivo

Cada jogo que passa Diego Souza mostra que não pode ser a referência para o ataque. Disposto a agradar Tite e ir para a Copa do Mundo, o que não aconteceu, ele se aventurou de centroavante. Não aprendeu a ser artilheiro e ainda corre o risco de esquecer o que é ser meia de criação.

O ponto positivo mais uma vez foi Erik, que cresce em jogos da Sul-Americana. Já são quatro gols em três jogos. Ele tem tudo para ser ainda mais importante ao longo da competição. Valeu pelo triunfo. Valeu por Erik. Mas ainda há muito a progredir.

LEIA TAMBÉM:

 

Barroca tem boas intenções. Problema está na qualidade do elenco
Alex Santana é muito importante para o atual time do Botafogo
Leo Valencia seria uma boa moeda de troca no Botafogo
Joel Carli já tem status de ídolo no Botafogo
Botafogo só terá centroavante em caso de troca
Gustavo Bochecha tem em 2019 seu ano decisivo
Negociação do Botafogo com a FAM ainda não envolve o Palmeiras
Thiago Galhardo, do Vasco, e uruguaio Navarro são oferecidos ao Botafogo
Botafogo pode corrigir erro com a saída de Kieza
Mufarrej precisa escutar CEP e Jefferson
Mufarrej precisa escutar CEP e Jefferson. Botafogo agradece!
Botafogo não vai resistir se Mufarrej não mudar
Botafogo que se cuide: Mufarrej é o Rolim sem grife